4 dicas importantes para a redução de custos na construção civil

Sua construtora pode melhorar a redução de custos na construção civil e não precisa ser um monstro de sete cabeças. Descubra como.
Redução de custos na construção civil
Redução de custos na construção civil

Sua construtora pode melhorar a redução de custos na construção civil e não precisa ser um monstro de sete cabeças. Descubra como.

Fim de ano chegou e é hora de fechar o balanço financeiro anual das construtoras. 

Qual é o seu balanço? É um assunto que você prefere não tocar?

Nesse momento, muitas construtoras têm que lidar com o fato de que as contas vão fechar no vermelho ou sem uma margem de lucro que permita fazer os investimentos pretendidos para o próximo ano.

“Onde eu errei?” é a pergunta que assombra o financeiro quando o vermelho chega e é uma pergunta muito justa de se fazer. 

No entanto, mais importante do que questionar-se é ser capaz de responder à pergunta para não seguir cometendo os mesmos erros no novo ano que começa.

Talvez o caso da sua construtora seja um em que a otimização dos orçamentos foi feita, o planejamento já está em processo de melhorias e você não veja onde mais pode corrigir problemas.

Ficou preocupado? 

Respira fundo, nós temos uma resposta. 

Se você já está otimizando processos e ainda assim não consegue o lucro esperado, é hora de pensar em redução de custos na construção civil.

Muitas vezes, melhorar a gestão já é um grande passo, mas sua margem de lucro só pode aumentar se você conseguir reduzir custos para não ter que subir o preço passado aos clientes ou de venda de edificações.

Acompanhe algumas dicas de como alcançar essa redução de custos e melhorar seus resultados no mercado no próximo ano.

Redução de custos na construção civil é possível

Existem algumas dicas simples que podem fazer toda a diferença na redução de custos da construtora.

O melhor de tudo é que elas estão associadas com a gestão de obras, então até a organização dos processos é melhorada quando são levadas a sério e ficam ainda mais fáceis de implementar se sua construtora já está cuidando da gestão de obras.

Conheça as 4 dicas que você não pode ignorar para o novo ano.

1. Faça análises periódicas dos processos

Identificar oportunidades de redução de custos exige conhecer bem seu negócio. 

Entender como o dinheiro é gasto, quais materiais são mais utilizados, como eliminar redundâncias em diferentes departamentos e criar estratégias de médio e longo prazo dependem desse entendimento.

O foco aqui é criar um planejamento para o financeiro, identificando as obras a serem realizadas, que tipo de materiais esse tipo de obra sempre necessita, o que é bom ter em estoque e o que é melhor comprar mais perto da hora de utilizar.

A redução de custos é alcançada quando o gasto de dinheiro é planejado, já que a construtora elimina os gastos e compras de última hora e a falta de dinheiro em caixa que atrasam pagamentos, otimizando o uso de recursos.

Utilizar a Curva ABC pode ser um grande diferencial, já que cria uma hierarquização da necessidade de materiais de acordo com preço e importância, ajudando a tomar decisões mais estratégicas na hora da compra e facilitando as oportunidades de negociar custos.

Leia também:

Como calcular a curva ABC? Descubra em um passo a passo simples e rápido >

Outra ferramenta de grande ajuda é o Lean Construction, especialmente quando utilizada em parceria com a curva ABC, criando um fluxo de uso dos materiais e de valor, melhorando o planejamento de gastos e execução.

2. Otimize a gestão de fornecedores

Eliminar problemas (que custam dinheiro) com fornecedores só traz benefícios para a redução de custos. 

Por isso, melhorar o gerenciamento dos relacionamentos com eles é essencial.

A homologação de fornecedores faz toda a diferença e utilizar fichas de verificação complementam as informações, permitindo identificar problemas e as parcerias que trazem benefícios para os projetos.

É preciso criar um histórico identificando fornecedores que:

  • Entregam no prazo;
  • Oferecem bons parcelamentos;
  • Trabalham com materiais e equipamentos de qualidade;
  • Garantem bons preços para materiais de qualidade;
  • Não vendem materiais muito perto do vencimento do prazo de validade.

Esse controle vai garantir que você só negocie com fornecedores confiáveis, responsáveis e que te ajudem a manter, com insumos de qualidade e boas negociações, o melhor custo-benefício para sua obra.

3. Fique atento em oferecer sustentabilidade dentro e fora do canteiro de obras

Investir em sustentabilidade sempre gera redução de custos na construção civil, além de ser um grande diferencial competitivo que pode ajudar a incrementar a receita da construtora e ampliar a lucratividade.

Calma, não estamos falando aqui de grandes e caros equipamentos e materiais, mas em processos simples do dia a dia do escritório e canteiro de obras.

Investir em processos de reaproveitamento de água, redução de consumo elétrico, uso de energia solar e tratamento de resíduos podem ser ações simples, mas que fazem uma grande diferença nas contas.

Quer um exemplo simples: tijolos ecológicos. 

Seu processo de produção é mais sustentável, recicla plástico, reduz custos de acabamento e tem custo baixo mesmo quando comparado com tijolos tradicionais.

No escritório, por exemplo, digitalizar os processos e adotar drives para guardar e compartilhar arquivos causa uma grande redução no consumo de papel e custa muito menos ao longo do ano.

Conseguir certificações de sustentabilidade para a empresa e suas obras é outra possibilidade. 

O certificado LEED, por exemplo, mais do que um papel é um atestado que gera muito valor para os projetos, permitindo até que você cobre um pouco mais nas obras.

Leia também:

Fatos essenciais que você precisa saber sobre sustentabilidade na construção civil >

4. Fique de olho em erros e desperdícios no canteiro de obras

Mais uma vez, construtoras que investem em gestão de obras já saem na frente, mas sempre é possível melhorar.

Acompanhar as atividades nos canteiros de obras, desenvolver projetos e planejamentos detalhados e fazer uma boa análise de riscos antes de começar a execução são boas formas de eliminar retrabalhos e acidentes, além de ajudar a controlar a produtividade.

Erros sempre geram custos, já que se perde material e tempo, criando a necessidade de comprar mais e pagar por mais horas de trabalho. 

O mesmo vale para desperdícios, seja por um armazenamento errado ou por causa de acidentes, já que, mais uma vez, será necessário realizar novas compras.

Uma boa forma de manter o controle é fazendo Relatórios Diários de Obras (RDO), que oferecem uma visão dia a dia, hora a hora desses problemas e permite identificar soluções rápidas que não aumentem os custos.

Softwares de gestão de obras: a resposta para todas as dores

A verdade é que a ferramenta certa sempre vai ter impacto positivo nos processos da construtora e a grande vantagem dos softwares de gestão de obra é a possibilidade de organizar e otimizar diferentes processos e perspectivas de uma só vez.

O software de gestão de obras Obra Prima é um grande exemplo. 

Com a integração de departamentos, geração de relatórios e automatização de cálculos e controle de informações, a redução de custos acontece naturalmente.

Com o controle oferecido por essa ferramenta, reduzir erros e desperdícios e melhorar o controle do dia a dia do canteiro de obras, aumentando a lucratividade e controle financeiro fica muito mais fácil.

Conheça aqui as funcionalidades oferecidas e comece agora mesmo a melhorar os resultados da sua construtora.

software de gestão de obra

Experimente o sistema Obra Prima!

Conheça o software que vai ajudar você a organizar as suas obras e conquistar mais clientes!

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.